Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > ANP promove encontro sobre a qualidade de produtos com o mercado
Início do conteúdo da página

ANP promove encontro sobre a qualidade de produtos com o mercado

Publicado: Quinta, 13 de Abril de 2017, 17h16
Atualizado: Quinta, 13 de Abril de 2017, 17h30


Aurélio Amaral, Décio Oddone e Felipe Kury, diretores da ANP


A ANP promoveu ontem e hoje (12 e 13 de abril) o evento “Encontro ANP com o mercado sobre qualidade de produtos”, em seu Escritório Central, no Rio de Janeiro.

Participaram da abertura o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, os diretores Aurélio Amaral e Felipe Kury e o superintendente de Biocombustíveis e Qualidade de Produtos, Carlos Orlando da Silva.

Décio Oddone destacou o momento de transformação que vive a indústria do petróleo e gás natural, lembrando a aprovação das rodadas de licitação com áreas do pré-sal pelo CNPE no dia anterior (11/04). “Temos desafios na área da qualidade e hoje estamos reunidos, demonstrando que pretendemos manter um canal aberto com os agentes econômicos e valorizar a transparência com os consumidores”, afirmou.

Aurélio Amaral enfatizou que “o encontro está em linha com as metas da qualidade de produtos de simplificar processos e reduzir custos”. Felipe Kury complementou destacando a janela de oportunidades para mudanças: “A Agência está trabalhando para aprimorar seus processos, garantir benefícios para o consumidor e um cenário de prosperidade”.

O encontro, que reuniu cerca de 130 agentes econômicos, teve o objetivo de permitir a troca e a manifestação de opiniões entre a Agência e os participantes, que deram sugestões sobre as atividades relacionadas à qualidade dos produtos. O evento foi dividido em quatro blocos com oito grandes temas e contou com exposição dos agentes econômicos.

A especificação e o controle da qualidade dos combustíveis líquidos recebeu grande atenção do mercado, com a apresentação de contribuições e algumas das preocupações dos diversos setores envolvidos, desde a produção até a revenda. Já a aditivação da gasolina deixou clara a importância do tema na agenda de discussões da ANP para 2017.

Outras questões, como a participação da Agência no cumprimento das metas de redução dos gases causadores do efeito estufa e a regulamentação biometano oriundo de aterro sanitário e estação de tratamento de esgotos mereceram destaque.

Além disso, com o encontro, foi possível discutir oportunidades de aprimoramento em temas já amplamente trabalhados pela ANP, como a especificação do gás natural e a regulação dos lubrificantes e asfaltos, bem como dos programas coordenados pela Agência com objetivo de garantir a qualidade dos combustíveis comercializados no País: o Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis (PMQC) e o Programa de Marcação de Solventes.

registrado em:
Fim do conteúdo da página
>