Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

3ª Rodada do Pré-sal tem 75% dos blocos arrematados

Publicado: Segunda, 09 de Outubro de 2017, 17h10
Atualizado: Segunda, 30 de Outubro de 2017, 14h38

Na 3ª Rodada de Partilha da Produção no Pré-sal, realizada hoje (27/10) pela ANP, foram arrematados três blocos, dos quatro oferecidos, gerando R$ 2,85 bilhões de arrecadação em bônus de assinatura e R$ 456 milhões em investimentos previstos no Programa Exploratório Mínimo. O ágio médio do excedente em óleo da rodada foi de 236,3%.

Nas licitações sob o regime de partilha da produção, as empresas vencedoras são as que oferecem ao Estado brasileiro, a partir de um percentual mínimo fixado no edital, a maior parcela de petróleo e gás natural produzido (ou seja, a maior parcela de excedente em óleo). Os bônus de assinatura, também determinados no edital, são fixos.

De acordo com a legislação atual, a Petrobras tem o direito de preferência para atuar como operadora nos blocos do pré-sal. Para a 3ª Rodada de Partilha, a empresa optou por ser operadora com participação de 30% nos blocos de Peroba e Alto de Cabo Frio – Central.

Em ambos, o consórcio liderado pela própria Petrobras foi vencedor. No bloco de Peroba, a empresa compôs consórcio com a CNODC e a BP Energy. Já para Alto de Cabo Frio – Central, o consórcio vencedor foi composto também pela BP Energy.

Veja abaixo os blocos arrematados na 3ª Rodada de Partilha da Produção no Pré-sal:

Bacia

Setor

Blocos

Empresa/consórcio vencedor

Excedente em óleo ofertado

Santos

SS-AUP2

Peroba

Petrobras (40%*), CNODC Brasil (20%) e BP Energy (40%)

76,96%

SS-AP1

Alto de Cabo Frio Oeste

Shell Brasil (55%*), CNOOC Petroleum (20%) e QPI Brasil (25%)

22,87%

Campos

SC-AP5

Alto de Cabo Frio Central

Petrobras (50%*) e BP Energy (50%)

75,8%

 *Operadora

 

Fim do conteúdo da página
>