Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > ANP E&P > ANP realiza seminários da 5ª Rodada de Partilha da produção no pré-sal
Início do conteúdo da página

ANP realiza seminários da 5ª Rodada de Partilha da produção no pré-sal

Publicado: Quarta, 15 de Agosto de 2018, 15h45
Atualizado: Quinta, 16 de Agosto de 2018, 15h48

A ANP realizou nesta quarta-feira (15/8) o Seminário Técnico e o Seminário Ambiental e Jurídico-Fiscal relativos à 5ª Rodada de Partilha da Produção, que ocorrerá em 28 de setembro. Estiveram presentes representantes de empresas, Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA) e investidores.

No Seminário Técnico, foram apresentados os resultados das avaliações geológicas e o potencial petrolífero dos quatro blocos em oferta: Saturno, Titã, Pau Brasil e Sudoeste de Tartaruga Verde.

Os blocos Pau-Brasil, Saturno e Titã estão localizados na Bacia de Santos e possuem potencial para grandes jazidas de petróleo no pré-sal. O bloco Sudoeste de Tartaruga Verde está localizado na Bacia de Campos e possui potencial para descobertas de óleo no pós-sal. Esse bloco está localizado em contexto atrativo, mais próximo da costa do Estado do Rio de Janeiro e em lâmina d'água que varia entre 400 e 1.200 metros. A área do bloco foi ampliada em relação à área colocada em oferta na 2ª Rodada do Pré-Sal, com a inclusão de quatro prospectos mapeados pela ANP.

Os volumes de petróleo estimados para os blocos, bem como outras características técnicas, podem ser verificadas nas apresentações.

Técnicos da Agência destacaram ainda que o pré-sal já produz mais de 50% do petróleo no Brasil, com quase 1,5 milhão de barris por dia, e que essa produção deve ser ampliada nos próximos anos com a entrada em produção de novos campos, além de novas descobertas que podem ser realizadas nas áreas arrematadas nas últimas licitações realizadas pela ANP.

Já o Seminário Ambiental e Jurídico-Fiscal teve como objetivos apresentar as diretrizes ambientais e aspectos da legislação, do edital e dos contratos da 5ª Rodada de Partilha, além do papel da PPSA.

Nas apresentações, foram destacadas as mudanças feitas pelo CNPE no bônus de assinatura e no percentual de excedente em óleo da União nos blocos de Saturno e Titã. O percentual mínimo de excedente em óleo de Saturno, que era de 9,56%, passou para 17,54%, e o de Titã, inicialmente de 5,80%, será de 9,53%.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página
>