Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > OTC Brasil 2019: ANP participa com estande e palestras
Início do conteúdo da página

OTC Brasil 2019: ANP participa com estande e palestras

Publicado: Quinta, 31 de Outubro de 2019, 20h02
Atualizado: Sexta, 01 de Novembro de 2019, 17h02


Diretor-geral da ANP, Décio Oddone, durante palestra  no café da manhã de abertura da OTC Brasil 2019 / Crédito: Divulgação ANP

A ANP participou esta semana (29 a 31/10) da Offshore Technology Conference - OTC Brasil 2019, no Rio de Janeiro. A Agência contou com estande na área de exposição e teve diretores, superintendentes e técnicos participando da conferência.

No primeiro dia do evento, o diretor-geral da Agência, Décio Oddone, foi palestrante no café da manhã de abertura. Ele falou sobre o tema “ANP: Twenty years of activities, our vision of the future and the opportunities risen from the new auctions” (“ANP: vinte anos de atividades, nossa visão do futuro e as oportunidades criadas com os novos leilões”).

Na palestra, ele declarou que a transformação do Brasil em grande exportador de petróleo nos próximos anos trará um benefício ainda pouco destacado. “A transformação eliminará décadas de dramas e traumas gerados por aumentos no preço do petróleo. O crescimento significativo da nossa produção se dará junto com o aumento da arrecadação, que será superior ao custo que a sociedade terá com a alta dos combustíveis”, disse.

Ainda no dia 29/10, houve o lançamento, no estande da ANP, do primeiro link dedicado – que será utilizado pela Petrobras – para o envio e recebimento de dados no Banco de Dados de Exploração e Produção (BDEP) da Agência. O diretor Felipe Kury ressaltou que o link permitirá o envio de dados de forma eletrônica. “Em breve, teremos dados de produção em tempo real, o que facilitará muito a interação entre as empresas e a ANP. O objetivo é que todos os interessados possam ter acesso aos dados de forma mais rápida e mais eficiente, em especial com relação aos ativos da Oferta Permanente de Áreas para Exploração e Produção”, completou. 

O estande da ANP também teve uma programação de palestras nos três dias do evento. Foram realizadas apresentações sobre a Cláusula de PD&I dos contratos de E&P e os aprimoramentos da sua regulação; a transformação digital da área de dados técnicos da Agência; a minuta de resolução que definirá os procedimentos para apresentação de garantias financeiras referentes ao descomissionamento das instalações; a fase de exploração nos contratos de E&P no Brasil; e o novo Painel Dinâmico de Produção, lançado pela ANP na última semana. 

Além disso, houve lançamento do Anuário Estatístico Brasileiro do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis 2019, com palestra técnica sobre os dados presentes na Publicação. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página
>