Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > ANP abre consulta pública sobre ampliação do GLP diferenciado para regiões mais frias
Início do conteúdo da página

ANP abre consulta pública sobre ampliação do GLP diferenciado para regiões mais frias

Publicado: Segunda, 30 de Setembro de 2019, 18h10
Atualizado: Segunda, 30 de Setembro de 2019, 18h10

A ANP abriu hoje (30/9) consulta pública, pelo prazo de 45 dias, sobre a revisão da Resolução ANP nº 18/2004. Entre os itens a serem modificados, está a ampliação das microrregiões que precisam ser abastecidas com "GLP Inverno" e a definição das quantidades de propano e butano que devem estar contidas na mistura. 

O termo “GLP Inverno” é empregado no mercado devido à regra estabelecida no art. 8º dessa resolução, que apresenta uma especificação diferenciada para o GLP, na etapa de distribuição, nos municípios cuja média das temperaturas mínimas se encontre abaixo de 10ºC, nos meses de junho, julho e agosto. Nesses casos, a mistura de propano e butano comercializada em botijão com capacidade de 13kg (P-13) deve apresentar uma massa específica máxima de 550 Kg/m³ a 20ºC, ou seja, mais leve o que facilita a sua saída do botijão. A lista dos municípios contemplados se encontra no Anexo II da resolução.

Na nova minuta, colocada em consulta, a ANP propõe uma ampliação do número de municípios contemplados, devido a um mapeamento realizado com base em dados climatológicos de 1994 a 2017 do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Seriam incluídas localidades nos Estados Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, beneficiando cerca de 1,8 milhão de pessoas.

A proposta possibilita o atendimento a novos municípios com o GLP inverno, beneficiando um maior número da população que necessita de produto com características diferenciadas e específicas.

Além da ampliação das localidades atingidas pelo GLP Inverno, a revisão da Resolução ANP nº 18/2004 também prevê atualização das especificações do GLP, que já estão vigentes há 15 anos. O ajuste da tabela de especificações permitirá melhor acompanhamento dos componentes contidos no GLP, melhorando o controle da qualidade do produto a ser comercializado no território nacional.

Também será realizada a simplificação administrativa, com a minimização de barreiras ao investimento e redução de custos impostos pela regulação. A audiência pública será em 3/12/2019.

+Veja os documentos da Consulta Pública Nº 20/2019

registrado em:
Fim do conteúdo da página
>