Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Acompanhamento do Incidente com o FPSO Cidade do Rio de Janeiro
Início do conteúdo da página

Acompanhamento do Incidente com o FPSO Cidade do Rio de Janeiro

Publicado: Quarta, 28 de Agosto de 2019, 11h24
Atualizado: Quarta, 28 de Agosto de 2019, 11h24

O FPSO Cidade do Rio de Janeiro, que se encontra no Campo de Espadarte, Bacia de Campos, está em fase de descomissionamento e realizava a desconexão dos risers, quando foi identificada falha estrutural (trincas) no casco da unidade, no dia 23/08.

A unidade apresenta uma inclinação reduzida (12º) e um dano no casco de 25 x 3m de extensão. A empresa contratada para estabilizar a unidade e controlar a emergência está realizando a preparação para (i) reduzir o inventário de 450 m3 de óleo diesel, armazenado em tanque não afetado pelo dano, e de 169m3 de borra oleosa; (ii) aliviar a tensão do sistema de ancoragem, para reduzir esforços estruturais e (iii) realizar a desconexão imediata dos risers remanescentes, para movimentação da unidade.

No último sobrevôo, realizado às 15:05 desta terça-feira, 27/08/2019, no entorno do FPSO Cidade do Rio de Janeiro, foram estimados 420 litros (0,42 m3) de água oleosa no mar. No momento, há 10 embarcações de apoio e de combate à poluição na região.

A ANP, em conjunto com a Marinha e IBAMA, permanece monitorando a resposta à emergência na sala de crise instituída para tal fim, acompanhando as ações adotadas pela Petrobras para mitigação dos possíveis impactos.

registrado em:
Assunto(s): FPSO , Incidente
Fim do conteúdo da página
>