Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Realizada audiência pública sobre chamada pública para o Gasbol
Início do conteúdo da página

Realizada audiência pública sobre chamada pública para o Gasbol

Publicado: Quarta, 10 de Abril de 2019, 18h38
Atualizado: Sexta, 12 de Abril de 2019, 15h39


Diretor José Cesário Cecchi, durante a audiência pública  sobre o Gasbol, no Rio de Janeiro. / Crédito: Divulgação ANP

A ANP realizou hoje (10/4) audiência pública sobre a minuta do edital da chamada pública para contratação da capacidade no gasoduto Bolívia Brasil (Gasbol).

“Trata-se do o maior gasoduto brasileiro. Ele fez com que a participação do gás natural na matriz energética passe de cerca de 3%, em 1999/2000, para de 12 a 13% atualmente. E a chamada pública propicia a todos os agentes e carregadores condições isonômicas de participação”, afirmou o diretor da ANP José Cesário Cecchi, na abertura da audiência.

Segundo Cecchi, nos últimos anos houve uma mudança de mentalidade com relação ao setor de gás natural, que ganhou força. “Não havia uma lógica própria para o setor de gás natural, ele era refém do setor de petróleo. Agora, o mercado está consciente do papel do gás natural. Temos tudo para dar certo, pois existe convergência dos agentes do mercado para destravar esse setor”.

A chamada pública da TBG (Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia Brasil) representa o primeiro passo na direção da implementação do regime de entrada e saída no transporte de gás natural no Brasil, tal como discutido no programa Gás para Crescer, capitaneado pelo Ministério das Minas e Energia.

A edição do Decreto nº 9616/2018 deu competência para que a ANP introduzisse o regime, que é um elemento fundamental para a entrada de novos agentes no mercado.

registrado em:
Fim do conteúdo da página
>