Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > ANP realiza missão na Alemanha sobre políticas para biocombustíveis
Início do conteúdo da página

ANP realiza missão na Alemanha sobre políticas para biocombustíveis

Publicado: Sexta, 27 de Abril de 2018, 12h33
Atualizado: Segunda, 25 de Fevereiro de 2019, 11h56

Ao longo desta semana (de 22 a 27/4), o diretor da ANP Aurélio Amaral liderou uma missão da Agência à Alemanha, onde foram realizadas visitas técnicas a instituições para trocar experiências sobre políticas para incentivo ao uso de biocombustíveis.

A missão internacional foi organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ - Agência Alemã de Cooperação Técnica), que iniciaram, em agosto de 2017, o projeto “Combustíveis Alternativos sem Impactos Climáticos” (ProQR). Entre as atividades realizadas, estiveram visita à Feira de Aviação de Berlim e palestra no Ministério do Meio Ambiente da República Federal da Alemanha (BMU).

Aurélio Amaral destacou a parceria entre o Brasil e a Alemanha para o desenvolvimento de biocombustíveis para aviação. "A ANP tem colaborado com o Projeto de Produção de Combustíveis Sustentáveis de Aviação, dando suporte para a certificação do QAV alternativo produzido e pela intensa troca de informações com as instituições envolvidas. Acreditamos que os esforços conjuntos permitirão a transição para a economia de baixo carbono e para o cumprimento das metas do Acordo de Paris, principalmente no setor de aviação".

A ANP vem tomando uma série de medidas no incentivo ao aumento da participação dos biocombustíveis na matriz veicular brasileira. Entre elas, está a participação da Agência no programa RenovaBio, no qual é responsável pela regulação e fiscalização da certificação de biocombustíveis, definições e fiscalização de metas individuais de cada distribuidor.

Missão da ANP na Alemanha sobre políticas para biocombustíveisFeira de Aviação de Berlim

registrado em:
Assunto(s): ANP , Agência Alemã de Cooperação Técnica , biocombustíveis
Fim do conteúdo da página
>