Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Dados de exploração e produção

Publicado: Quinta, 15 de Setembro de 2016, 11h38
Atualizado: Quinta, 22 de Outubro de 2020, 17h17

  • Poços exploratórios em atividade

  • Poços exploratórios concluídos

  • Indícios de hidrocarbonetos constatados

    A consulta abaixo apresenta os poços com qualquer ocorrência de petróleo ou gás natural, independentemente de quantidade, qualidade ou comercialidade, verificada por pelo menos, dois métodos de detecção ou avaliação.

    Clique aqui para acessar a tabela.

  • Resultado de poço

  • Consulta de área de blocos

  • Declaração de comercialidade

  • Consulta de Concessionária e Operadora por Bloco

    Disponilização de dados sobre os consórcios que operam campos produtores.

    Clique aqui para acessar a consulta.

  • Listas de Concessões

    Lista de concessões

    A fase de exploração dos Contratos de Concessão é dividida em períodos exploratórios, cada qual com um Programa Exploratório Mínimo correspondente. Ao fim de cada período exploratório, após o cumprimento do PEM, o concessionário tem a opção de:

    a) adentrar o período exploratório subsequente, assumindo o PEM daquele período; b) devolver o bloco à ANP; ou c) reter o bloco, total ou parcialmente, mediante o estabelecimento de um Plano de Avaliação de Descoberta (PAD).

  • Relação de concessionários

    A relação dos concessionários consolida informações dos contratos ativos na ANP. Estes contratos estão organizados por rodada de licitação. É possível visualizar a fase em que se encontra cada contrato, as empresas signatárias e suas respectivas participações. Esta planilha é atualizada mensalmente pela ANP.

    Relação dos concessionários

    Relação do país de origem dos concessionários

  • Mapas de concessões e Relação de Coordenadas de Blocos

    Nesta seção encontram-se disponíveis, para download, os mapas em formato .pdf dos blocos exploratórios e dos campos sob concessão.

    Outras feições tais como poços, levantamentos sísmicos 2D e 3D, dentre outros levantamentos, acessar o link do GeoANP.

    Além disso, disponibilizamos um Manual de Procedimentos de Redefinição de Limites de Áreas Contratadas de E&P, bem como arquivos auxiliares para apoiar esse processo.

    +Manual de Procedimentos - Redefinição de Limites de Áreas Contratadas em SIRGAS2000
    +Acesso aos Grids Cartográficos das Áreas de E&P
    +Coordenadas

  • Blocos Exploratórios sob Concessão

    Dados gerais sobre os blocos exploratórios sob concessão, tais como participação de concessionários, empresa operadora, data de assinatura do contrato e Programa Exploratório Mínimo, estão disponíveis para download em formato pdf.

    Notas: A ANP alerta que os Contratos de Concessão são a única fonte oficial de dados sobre os blocos sob concessão, incluindo concessionários, coordenadas e Programa Exploratório Mínimo.

      Dados gerais dos blocos exploratórios sob concessão
      (atualizado em Janeiro de 2020)
  • Blocos com Fase Exploratória Encerrada

    Dados gerais sobre os blocos exploratórios já devolvidos integralmente, como empresa operadora, data de assinatura do contrato de concessão e data de devolução, estão disponíveis para download em formato pdf.

    Nota 1: O relatório abaixo se refere aos blocos nos quais a Fase Exploratória foi encerrada.
    Nota 2: Resulta da devolução integral das áreas poligonais dos blocos exploratórios ou da devolução parcial do bloco com retenção apenas do polígono do Campo de Produção após a declaração de comercialidade.
    Nota 3: Há alguns blocos com fase de exploração já encerrada, porém com áreas retidas para avaliação. Estes blocos não estão incluídos no arquivo disponível para download. Para verificar quais são estes blocos, ver o item acima Blocos Exploratórios sob Concessão.

    A ANP alerta que os Contratos de Concessão são a única fonte oficial de dados sobre os blocos sob concessão ou já devolvidos.

    Relatório de blocos com Fase Exploratória Encerrada
       
  • Relação de dutos de transferência e escoamento da produção E&P

    A ANP divulga a relação de todos os gasodutos que operam no âmbito da fase de produção do contrato de concessão, conforme disposto na Lei nº 11.909/09, chamada Lei do Gás, e regulamentado pelo Decreto nº 7.382, de 3 de dezembro de 2010.

    Constam nesta relação os gasodutos classificados em transferência ou em escoamento da produção. Tais classificações fazem parte da etapa inicial de estudos e poderão sofrer atualizações.

    Atos normativos relacionados a este tópico:

     

    A Lei do Gás define essas classificações da seguinte forma:

    Gasoduto de escoamento da produção: duto integrante das instalações de produção, destinado à movimentação de gás natural desde os poços produtores até instalações de processamento e tratamento ou unidades de liquefação;

    Gasoduto de Transferência: duto destinado à movimentação de gás natural, considerado de interesse específico e exclusivo de seu proprietário, iniciando e terminando em suas próprias instalações de produção, coleta, transferência, estocagem e processamento de gás natural.

    Por oportuno, divulga-se a relação dos oleodutos existentes, relativos às atividades de escoamento da produção dos contratos de E&P.

    Relação dos gasodutos

    Relação dos oleodutos

  • Produção de petróleo, gás natural e queima de gás natural

    A ANP disponibiliza os dados de produção e movimentação de petróleo, gás natural e água, realizados pelas áreas produtoras do Brasil. É possível consultar os dados de maneira agregada por meio do Painel Dinâmico de Produção e do Boletim Mensal de Produção. Na Consulta de Produção Mensal de Hidrocarbonetos os dados brutos podem ser filtrados por tipo de ambiente (terra/mar), por Estado, bacia sedimentar e por empresa, e serem exportados em formato aberto (.csv).

    Painel Dinâmico de Produção.

    Boletim Mensal de Produção de Petróleo e Gás Natural.

    Consulta de Produção Mensal de Hidrocabonetos.

  • Plataformas em operação

    Dados relativos às plataformas em operação no Brasil: tipo, operador, coordenadas, bacia em que está localizada, dentre outros.

    Plataformas em Operação (atualizado em 02/06/2020)

  • Produção por Plataforma

    Dados históricos de produção realizada por unidade de produção marítima. As plataformas listadas são aquelas às quais os poços produtores estão interligados.

    Produção por plataforma (atualizado em 02/10/2020)

  • Campos na fase de produção

    Produção é o conjunto de operações coordenadas de extração de petróleo e/ou gás natural de uma jazida, e de preparo de sua movimentação.

    Considerando que as atividades de desenvolvimento do campo podem se prolongar durante grande parte da fase de produção, para efeito de simples classificação, os campos são ditos "em produção" depois do primeiro óleo produzido.

    Campos na etapa de desenvolvimento

    Campos na etapa de produção

  • Relação de Empresas de Pequeno e Médio porte (EPMs)

    Em atendimento à Resolução ANP nº 32/2014, de 05/06/2014, a ANP publica a relação das empresas de pequeno e médio porte de acordo com a produção realizada no ano de 2019.

    Empresas de Pequeno Porte
    Alvopetro S.A. Extração de Petróleo e Gás Natural
    Central Resources do Brasil Ltda.
    Energizzi Energias do Brasil Ltda.
    EPG Brasil Ltda.
    Geopark Brasil Exploração e Produção de Petróleo e Gás Ltda.
    Great Energy S.A.
    Guto & Cacal - Indústria, Comércio e Serviços Ltda.
    Imetame Energia Ltda.
    Leros Petróleo e Gás S.A
    Newo Óleo e Gás Ltda. - ME
    Nord Oil and Gas S.A.
    Nova Petróleo S.A. - Exploração e Produção
    Perícia Engenharia e Construção Ltda.
    Petroborn Óleo e Gás S.A.
    Petroil Óleo e Gás Ltda.
    Petrosynergy Ltda.
    Phoenix Óleo & Gás Natural Ltda.
    Recôncavo E&P S.A.
    Santana Exploração e Produção de Óleo e Gás Ltda.
    Ubuntu Engenharia e Serviços Ltda. - ME
    Vipetro Petróleo S.A.

     

    Empresas de Médio Porte
    Dommo Energia S.A
    Maha Energy Brasil Ltda.
    Potiguar E&P S.A.


    Com o objetivo de padronizar o envio das informações referentes aos § 2º e 3º do artigo 2º da Resolução ANP nº 32/2014, para solicitação de enquadramento como Empresas de Pequeno e Médio Porte (EPMs), indica-se a adoção do Modelo.

    Atualmente, os benefícios para os pequenos produtores de petróleo são:

    1 - Simplificações do Regulamento Técnico de Medição (RTM) – Resolução Conjunta ANP/Inmetro n° 1/2013;
    2 - Preço de referência para cálculo e pagamento de royalties diferenciado (artigo 5º da Resolução ANP nº 703/2017).

  • Reservas nacionais de petróleo e gás natural

Assunto(s): dados , exploração e produção , blocos exploratórios
Fim do conteúdo da página
>