Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Vídeos explicativos - i-Engine

Publicado: Sexta, 16 de Agosto de 2019, 13h26
Atualizado: Segunda, 19 de Agosto de 2019, 17h56

  • Como baixar o manual da qualidade

    Acessando o i-Engine para baixar o manual para o preenchimento do arquivo de extensão xml que permite o envio de diversos certificados da qualidade simultaneamente. No manual, atentar para as tabelas de Unidade do Aditivo, Matérias-Primas e Características (Análise Físico-Química, Unidade e Método)

     

  • Como baixar manual - anexos

    Acessando o i-Engine para baixar o manual para o preenchimento do arquivo de extensão xml que permite enviar um anexo pdf para uma determinada carga da qualidade. Deve-se gerar um arquivo de extensão xml para cada arquivo pdf que se deseja anexar ao sistema. O anexo do arquivo também pode ser feito por tela, independente do envio dos certificados ter sido por tela ou de extensão xml.

     

  • Como baixar modelos XML

     

    Acessando o i-Engine para baixar o arquivo de extensão xsd que contém a estrutura, ou seja, todos os campos esperados e como preenchê-los para elaboração do arquivo de extensão xml, que deve ser zipado para posterior envio para o sistema.

     

  • Certificação obrigatória EHC

    Envio de nova carga obrigatória de etanol hidratado comum para tipo de agente produtor pela tela do sistema. Conforme orientado no vídeo, informar apenas o resultado numérico e caso queira informar com maior detalhamento esta análise no campo de observações. O campo tipo de transporte não é obrigatório para o tipo de agente Produtor, que corresponde aos Produtores de Etanol. A ANP não irá confirmar o recebimento das cargas enviadas pelo sistema. Basta receber a notificação de Carga enviada com sucesso para que se confirme o recebimento dos dados pela ANP.

     

  • Certificação obrigatória EHC terminal

    Envio de nova carga obrigatória de etanol hidratado comum para tipo de agente terminal pela tela do sistema. O campo tipo de transporte é obrigatório para o tipo de agente Terminal. Caso necessário, informe as análises de teor de cloreto, teor de hidrocarbonetos ou resíduo por evaporação - como se fazia na planilha específica para terminal. Não é necessário informar os dados e origem presentes nesta mesma planilha. Caso o agente regulado queira, poderá fornecer essas informações no campo Observações do Sistema.

     

  • Como enviar certificação periódica EHC

    Envio de nova carga periódica de etanol hidratado comum para tipo de agente produtor pela tela do sistema. Como anteriormente havia, na planilha de envio de dados, uma tabela específica para informação das análises periódicas, também no sistema elas devem ser informadas separadamente das análises obrigatórias. Ao selecionar Tipo de Certificação Periódica, irão aparecer somente as análises de sulfato, ferro, sulfato, cobre e enxofre como disponíveis para serem informadas. Apesar de o vídeo ter como produto o EHC, o mesmo procedimento é também é aplicável para etanol anidro (EAC). Assim como na antiga planilha, deve-se informar apenas as análises realizadas num determinado mês de referência, considerando que a análise de enxofre é informada trimestralmente acompanhando o trimestre comercial.

     

  • Como alterar certificação para etanol

    O sistema permite a alteração de uma carga já enviada, seja para retificar uma informação ou para incluir uma análise. O caso específico utilizado como exemplo para gravação do tutorial foi um atraso na análise de enxofre, que geralmente é decorrente da realização em laboratórios externos. Caso isso aconteça, enviar a carga dentro do prazo estabelecido em resolução vigente e informar o motivo da ausência da análise no campo de observações da carga. Assim que estiver em posse da informação, alterar a carga e incluir essa informação. Cabe ressaltar que apenas o agente regulado consegue fazer alterações na carga enviada.

     

  • Como anexar certificado da qualidade EHC

    O vídeo mostra como anexar e enviar o certificado.  Essa funcionalidade do sistema é opcional para o agente regulado, a não ser que seja feita uma solicitação da ANP para inclusão do documento no sistema.

     

  • Não certificação etanol anidro (EAC)

    A não certificação de etanol também pode ser informada através do sistema de dados. Caso o agente regulado tenha certeza do período de paralisação da produção devido a entressafra ou a qualquer outra situação, poderá declarar todo este período de uma só vez pelo sistema. Cabe ressaltar que o motivo da não certificação deve sempre ser incluído no campo de observações.

     

  • Não certificação mensal EHC

    A não certificação de etanol deve ser informada através do sistema de dados sempre que o agente regulado não tiver nova produção/certificação em determinado mês de referência. A não certificação mensal pode ser declarada pelo sistema com seleção do Período, conforme explicado no vídeo. Cabe ressaltar que o motivo da não certificação deve sempre ser incluído no campo de observações.

     

  • Certificação obrigatória biodiesel

    Envio de nova carga obrigatória de biodiesel (B100) pela tela do sistema. Conforme orientado no vídeo, informar apenas o resultado numérico e caso queira informar com maior detalhamento esta análise no campo de observações. Assim como na antiga planilha da ANP, o teor de matéria-prima deve ser informado e, para cada característica, deve ser informado se a análise foi feita com acreditação da NBR/ISO 17.025. O teor de metanol e/ou etanol pode ser informado, mas a informação somente será obrigatória no caso especificado pela resolução vigente. A ANP não irá confirmar o recebimento das cargas enviadas pelo sistema. A notificação de Carga Enviada com Sucesso é suficiente para que se confirme o recebimento dos dados pela ANP.

     

  • Certificação periódica para biodiesel

    Envio de nova carga periódica de biodiesel (B100) pela tela do sistema. Assim como na planilha de envio de dados havia a possibilidade de enviar as análises trimestrais para informação das análises periódicas, no sistema elas também serão informadas separadamente das análises obrigatórias. Ao selecionar Tipo de Certificação Periódica, irão aparecer somente as análises de corrosividade ao cobre, número de cetano e cinzas sulfatadas como “disponíveis para serem informadas”. Deve-se informar apenas as análises quando forem realizadas num determinado mês de referência, tendo em vista que essas análises são fornecidas trimestralmente acompanhando o trimestre comercial.

     

  • Alteração de certificação para o biodiesel

    O sistema permite a alteração de uma carga já enviada, seja para retificar uma informação ou para incluir uma análise. O caso utilizado para gravação do tutorial foi um atraso na análise de número de cetano, que geralmente acontece devido à sua realização em laboratórios externos. Caso isso aconteça, envie a carga dentro do prazo estabelecido em resolução vigente e informe o motivo da ausência da análise no campo de observações da carga. Assim que estiver em posse da informação, alterar a carga e incluir essa informação. Cabe ressaltar que apenas o agente regulado consegue fazer alterações na carga enviada.

     

  • Envio de anexo para biodiesel

    O vídeo mostra como anexar e enviar o certificado. Essa funcionalidade do sistema é opcional para o agente regulado, a não ser que seja feita uma solicitação da ANP para inclusão do documento no sistema.

     

  • Não certificação biodiesel

    A não certificação de biodiesel deve ser informada através do sistema de dados sempre que o agente regulado não tiver nova produção/certificação em um determinado mês de referência seja devido a alguma parada de manutenção ou à não aprovação de venda no leilão bimestral. A não certificação mensal pode ser declarada pelo sistema ao selecionar o período, conforme explicado no vídeo. Caso queira, o produtor de biodiesel pode informar o bimestre de uma só vez, apenas alterando o período. Por exemplo, poderia ser informada a não certificação de 7/2019 a 8/2019. Cabe ressaltar que o agente deve sempre incluir no campo de observações o motivo da não certificação.

     

  • Certificação obrigatória para gasolina

    Envio de nova carga obrigatória de gasolina A comum. O mesmo procedimento deve ser aplicado para todos os outros combustíveis fósseis. Nestes casos, os campos de matéria-prima, apesar de estarem presentes na tela, estão bloqueados para preenchimento. Além disso, o campo acreditação na NBR/ISO17.025 é obrigatório apenas para biodiesel, estando bloqueado para todos os outros produtos. As características devem ser adicionadas uma a uma, sendo reportado o resultado e sendo selecionadas as respectivas unidades e método para cada análise presente no certificado da qualidade emitido a ser declarado no sistema.

     

  • Alteração de certificação para gasolina

    O sistema permite a alteração de uma carga já enviada, seja para retificar uma informação através do botão de ações, caso se perceba ter havido algum equívoco nas informações enviadas ou caso haja solicitação da ANP. O caso utilizado para gravação do tutorial foi a retificação da informação de 10% de Evaporados, mas isso se aplica a qualquer informação, inclusive as do campo de dados gerais da carga. Cabe ressaltar que apenas o agente regulado consegue fazer alterações na carga enviada.

     

  • Envio de anexo para gasolina

    O vídeo mostra como anexar e enviar o certificado. Essa funcionalidade do sistema é opcional para o agente regulado, a não ser que seja feita uma solicitação da ANP para inclusão do documento no sistema.

     

 

Fim do conteúdo da página
>